Critérios de Empréstimo – Plano BD

Critérios para Concessão


O Conselho Deliberativo do SERGUS aprovou em reunião de 01/10/2018, a proposta da Diretoria Executiva, referente à carteira de empréstimos, com o objetivo de estabelecer procedimentos para concessão e cobrança do empréstimo simples para os participantes Ativos e Assistidos do SERGUS.

1 – Para o participante Ativo, o valor do empréstimo ficará limitado ao saldo da reserva de poupança líquida, respeitada a capacidade de pagamento individual, desde que o montante não comprometa mais de 30% da renda líquida mensal;

2 – Para o participante Assistido, o valor do empréstimo ficará limitado ao saldo do pecúlio, respeitada a capacidade de pagamento individual, desde que o montante não comprometa mais de 30% da renda líquida mensal (benefício do Sergus mais o do INSS);

2.1 – O saldo do pecúlio para o participante aposentado por Invalidez corresponde aos 50% (cinqüenta por cento) não recebidos na data da concessão da aposentadoria por invalidez corrigidos mensalmente pelo INPC.

2.2 – Para os demais aposentados o saldo do pecúlio equivale a 10 (dez) vezes o benefício-base do Sergus somado ao do INSS;

2.3 – Pensionistas não têm saldo de pecúlio;

3 – Para os Pensionistas, o valor do empréstimo dependerá da sua capacidade de pagamento, desde que o montante não comprometa mais de 30% da renda líquida mensal do SERGUS;

4 – A renovação do empréstimo, somente será atendida após decorrido o prazo mínimo de 06 (seis) parcelas pagas do atual contrato, excluído o período de carência;

5 – O prazo mínimo é de 06 (seis) parcelas e o máximo de 84 (oitenta e quatro) parcelas;

6 – A solicitação de Empréstimo Simples poderá ser feita nos dias úteis semanais, ficando a liberação condicionada à disponibilidade de recursos do SERGUS;

7 – A amortização dar-se-á no dia 20 de cada mês em parcelas mensais e consecutivas. Será permitido amortização extra, diminuindo do saldo devedor. O dia 20 será antecipado quando este coincidir com sábado, domingo ou feriado;